Posted by on 15/05/2017

No encontro que vivi na Teia Multicultural com meus filhos, algo de muito significativo, como um diamante interno encontrei em mim.

Recebi uma sessão de massagem, feita pelos meus filhos Sofia e Marcos.

Fechei os olhos e comecei a sentir aquelas mãos me tocarem. Começaram pelos pés e pernas. Depois foram minhas mãos, meus braços, meu rosto, pescoço, ombros, pernas e costas.
Sofia começou bem técnica, determinada e competente que só ela. Marcão começou a fazer carinho. Mãozinha quente e firme.
Logo dos meus olhos fechados começaram a escorrer lágrimas sentido as mãos deles dedilharem meu corpo como um suave e delicado instrumento.

Sim, esse corpo que já fora tanto machucado por mim e por outras violências e dores, agora era tocado com amor. Amor singelo. Amor sem troca. Amor entregue. Amor que aceita essa mãe, com esse corpo. Amor que aceita essa mãe que ri e chora. Que é forte e frágil. E que é verdadeira, sempre.

Os toques dos meus filhos hoje foram toques de amor. Toques de amor sentido nesse corpo que tanto já doeu. Como se tivessem sido capazes de regenerar a dor do corpo por um corpo amado.

Um corpo tocado pelos corpos que esse corpo gerou. Um corpo tocado por pedaços feitos de mim. Um corpo tocado por células que se multiplicaram no meu ventre e que numa força conjunta, desse corpo e do corpo deles, numa contração encadeada e orquestrada como a música perfeita, tomaram forma, ar e fôlego.

Essas mãos feitas dessas células alimentadas de fé, esperança e verdade, tocaram hoje o corpo que habitaram. Pra trazer amor e paz a esse corpo que outrora foi dolorido. E que hoje encontra paz.

Ah meus filhos… Sofia e Marcos. Que honra a maternidade com vocês. E obrigada por devolverem um sentido de amor a esse corpo.
Obrigada pelo merecimento de ser amada, tocada e acolhida.

“Mas o seu amor meu cura”… dizia um cantor.
E o toque doce, entregue e amoroso de vocês dois, meus filhos, me curam.

Amo vocês. Obrigada por nessa vida me darem a honra de partilhar um caminho com vocês

Ana Lúcia Keunecke, mãe de Sofia e Marcão, alunos da Teia.

Posted in: Uncategorized

Comments

Be the first to comment.

Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*