O Repertório Cultural na BNCC

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Você entende a ideia de Repertório Cultural na BNCC?

Veja e pense conosco como desenvolvemos a valorização da diversidade, a partir da ideia de Repertório Cultural na BNCC e fora dela.

Na Base Nacional Comum Curricular, a Competência Geral 3. Repertório Cultural é descrita assim:

Valorizar e fruir as diversas manifestações artísticas e culturais, das locais às mundiais, e também participar de práticas diversificadas da produção artístico-cultural. (BNCC, p. 9)

Desse modo, a Competência Repertório Cultural inter-relaciona nossas capacidades expressivas e de fruição artísticacultural e de consciência das identidades compositoras do mundo.

Além disso, com essa competência aprendemos a respeitar e a mediar nossas relações com as manifestações e visões culturais.

Então, podemos afirmar que com o desenvolvimento da Competência Repertório Cultural percebemos nossas identidades pessoais e coletivas, já que somos seres constituídos por elementos culturais desde nossa ancestralidade mais remota.

Alguns desses elementos se parecemse repetem ou, ainda, são totalmente diferentes, mas nos completam!

A Investigação do Repertório Cultural

Na escola, aprendemos a investigar os eventos culturais para entender suas manifestações simbólicas sociais na construção dos saberes.

Como isso acontece?

Quando ouvimos uma canção, aprendemos a dançar, apreciamos obras artísticas, lemos textos literários, assistimos a produções cinematográficas ou entendemos as representações de pensamentos religiosos ou filosóficos

Seja com olhares científicos para compreensão das formas ou apenas na fruição, certamente, ampliamos nosso repertório e nossa capacidade de compreender a diversidade.

Pois, é com investigaçãoidentificação e discussão que entendemos a influência dos significados desses eventos na nossa realidade local e na realidade global.

Obviamente, ampliamos esses nossos olhares analíticos para fora da escola.

Chamamos a atenção para a relação dessa Competência Geral da BNCC com outra, a Competência 2. Pensamento Científico, Crítico e Criativo.

A Expressão de nossos Repertórios

Vimos que na escola aprendemos a desenvolver nosso olhar crítico e científico na competência Repertório Culturalmas aprendemos a criar repertórios artísticos e culturais?

Sim! Na escola temos a oportunidade de fortalecer nossas capacidades expressivas com qualidade e o mais legal, com mais gente.

Quando professoras, professores e estudantes se juntam para criar, certamente, temos resultados interessantíssimos para a comunidade escolar.

Mas, indo além, a partir desse movimento espalhamos a vontade de produção cultural para nossas famílias, para nosso entorno social.

E, aproveitando ferramentas da Cultura Digitalalcançamos espaços amplos e distantes.

Por isso, a BNCC incentiva tanto o compartilhamento de conhecimentos por meio de sarauspeças de teatroblogpodcast e outras manifestações… 🎭🎶🧾

Que tal começar a organizar reuniões e momentos para compartilhar seu Repertório Cultural, ou melhor, seus repertórios culturais?

Afinal, somos plurais em nossos conhecimentos!

Por fim, devemos acreditar que a valorização e a experimentação de diferentes manifestações artístico-culturais contribuem com o desenvolvimento de nossa consciência multicultural, abrindo nossa possibilidade de respeitar a variedade humana.

Afinal, com a Competência Geral Repertório Cultural reconhecemos o desafio de viver nesta sociedade culturalmente diversa, democrática e cooperativa; conforme o conceito de Educação Integral da Base Nacional Comum Curricular.

Como sugestão de valorização da diversidade, indicamos um vídeo com o historiador Célio Turino e o rapper DK47.

Vale lembrar que podemos conhecer de tudo, no entanto, não precisamos gostar de tudo 😅

Aproveitando isso, conta pra gente:

Qual referência do seu repertório vale a gente conhecer?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Inteligência Intrapessoal – Autoconhecimento

Inteligência Intrapessoal: a importância de nos conhecermos (autoconhecimento) atravessa todas as marcas do tempo. O autoconhecimento é uma ferramenta necessária e poderosa para revelar a

Educação Maker

Você conhece as ideias da Cultura e Educação Maker? Veja aqui os principais pontos e propostas do “faça você mesmo”. Há tempos a Educação tem

Learn by Doing

Você conhece o conceito do Learn by Doing? Veja neste post a ideia de John Dewey para o Aprender Fazendo. Há muito tempo, desde Aristóteles, ouvimos dizer que